quinta-feira, 17 de setembro de 2009

A primeira é para saborear

Que vida estúpida esta!
Comer, defecar, dormir... às vezes fornicar...
As horas entranham-se-me metronomicamente, rasgando-me num esgar.
Repete-se inexorável o círculo da existência,
enveredo a passos largos pela via da auto-destruição.
Que torpor! Que sonolência!
Não me sinto capaz...
Já não vivo. Soçobro...

(Filhas das putas das sardinhas!!!)

8 comentários:

Luís disse...

Agradeço-lhe a intrépida aventura por nossas paragens. Lança impropérios, maldizeres e escárnios quando mais te aprouver.

PS: abraço e volta sempre :P

Rosa Cueca disse...

quer-me parecer que anda indigesto.

mas até a má disposição é inimiga da fornicação - pelo menos não daquela soçobrada.

Guy de Maupassant disse...

Óh Demóstenes, parece-me que as sardinhas te caíram mal.

Demóstenes disse...


Luís,

Como comentador inaugural deste antro de auto-comiseração e javardice desenfreada, a gerência decidiu atribuir-lhe um prémio; uma fabulosa viagem a Fátima a pé para dois, em qualquer dia à sua escolha (somos uns mãos-largas!!!).

Demóstenes disse...


Rosa,

Com ou sem cuecas, sê bem-vinda!!!

Demóstenes disse...



Guy (ou será Gay?!),

Também tu, meu camarada de armas (ainda que separados por mais de uma vintena de séculos) sê bem-vindo.

Diva disse...

Caro Demóstenes,

As sardinhas, segundo ouvi, por vezes, são um pouco indegestas...

Bisou

AC disse...

Porra, esta vida é uma merda..o melhor que temos a fazer é aproveitar ao máximo as coisas boas que nos restam...sardinhas não gosto, mas passear,e as outras coisas...yap.são bem vindas!